Produzir mais com menos tempo e investimento

Como conseguir produzir mais, em um tempo mais curto e com menos recursos financeiros? Missão difícil? Apontarei aqui algumas ideias e soluções para o seu negócio. Mas, para começar, é preciso um diagnóstico completo do cliente ou da empresa, levando-se em consideração os aspectos como um todo.

O assunto é pertinente não só para esse momento de crise avassaladora que enfrentamos, mas também é fundamental para se preparar para o crescimento da empresa em qualquer hora.

O caminho é identificar os pontos de falha, onde é possível a rentabilidade e verificar se os padrões estabelecidos para os processos dentro do negócio estão bem executados.

Uma das conhecidas crenças limitantes dos empresários é associar consultorias com custos financeiros. Na realidade, são investimentos para o retorno desejado. No meu caso, para cada R$ 1,00 investido, garanto o retorno de R$ 3,00 de lucro. Caso não ocorra, o empreendedor/empresário tem o dinheiro de volta. E olha que nunca ocorreu. Somente no Espírito Santo, são 5 anos de trabalho para comprovar.

Depois do diagnóstico para identificar a situação da empresa, vem o projeto, que se dá em 40 semanas – como se fosse uma gestação – ao final de 9 meses, ele é concluído. O projeto de consultoria tem começo, meio e fim. É importante que uma ou mais pessoas assumam a função do chamado perpetuador do projeto.

O perpetuador acompanha se as tarefas estão realmente funcionando, não em uma perspectiva de “vigiar” e interferir no trabalho. Muito pelo contrário, a função é de auxiliar os líderes para que todos no final saiam ganhando no processo. Neste trabalho é identificado os indicadores de produtividade. Por exemplo, em um restaurante, quantos pratos foram vendidos, por hora de trabalho? Em uma fazenda, para cada quilo de carne, quantos são gastos em alimentos?

Necessário também analisar o que realmente vende e não ficar com produto encalhado no estoque. Uma ferramenta utilizada mundialmente para isso é a curva ABC, que classifica os produtos de acordo com o grau de importância de cada um deles.
Ser dependente de um único cliente também é perigoso. Imagine ter apenas um que gere 50% ou mais de seu faturamento? Caso ocorra qualquer oscilação com ele, poderá deixar você na mão a qualquer hora. A ordem é pulverizar a clientela.

Maior produtividade passa também por uma Cultura Organizacional forte. Você quer que seus colaboradores se sintam parte de um objetivo maior? Que queiram ajudar sua empresa a crescer, e crescer junto com ela? Então é preciso potencializar a participação da equipe em busca de metas e resultados.

Assim meu caro, principalmente, neste momento de crise econômica, é analisar o que realmente vende, renegociar as contas com bancos e fornecedores, usar a criatividade, lançando mão de produtos específicos com a crise, investir de forma assertiva em comunicação e marketing, televendas e delivery.

Enfim, não é só gerenciar o fluxo de caixa, as entradas e saídas de dinheiro. Não adianta ter ótimas ideias, caso não tenha uma gestão adequada para transformar o empreendedor em um respeitado e bem-sucedido empresário.

Vamos usar a produtividade como um indicador a seu favor.