Estratégia de marketing para vender mais

Em tempos de pandemia, é o momento de nos superar, buscando o equilíbrio e a racionalidade, se adaptando ao cenário de mudanças constantes que vem acontecendo. O mesmo ocorre em relação as estratégias voltadas para as vendas, que acontecem em dois formatos no marketing: o Inbound e Outbound.

Com o Inbound Marketing o empresário busca gerar o interesse do possível cliente com geração de conteúdo relevante para que em seguida, ele execute o processo de venda. Já no Outbound Marketing atua de forma mais tradicional e conhecida desde sempre com a publicidade física e/ou digital.

E qual seria o melhor formato, neste momento pandêmico? Já adiantando a pergunta e a resposta, recorro a Philip Kotler, o guru do marketing. Para ele, ambas podem – e devem – coexistir por meio de estratégias conjuntas para alcançar um resultado favorável. Marketing e Kotlher são indissociáveis quando se mencionados. O estadunidense, autor do livro Marketing 4.0, dentre muitos outros, prestou consultoria nas áreas de planejamento estratégico, marketing internacional e estratégias para grandes empresas como IBM, Motorola e Bank of America.

As estratégias de outbound marketing são muito eficientes para impulsionar o reforço da autoridade da marca e a inbound para a geração dos chamados leads e reforço nas vendas. “Lead” é o clienteem potencialque demonstra interesse em seus produtos ou serviços de alguma forma.

Conrado Adolpho, autor do livro best-sellerOs 8Ps do Marketing Digital”, ressalta que existem, basicamente, duas escolas de vendas, a primeira acontece um “marketing de esperança”, ou seja, espera o cliente chegar, o problema é que pode ser que ele nunca chegue.Na segunda escola, você vai atrás do cliente.

Nessa segunda escola, existe o outbound,onde fazemos prospecção, possibilitando uma previsibilidade de receita. E como fazer? Começa por um estudo para saber quem é o cliente ideal, depois elabora uma lista dentro deste perfil e realiza o contato, como banners em sites, social ads, anúncios de TV e ligações telefônicas.

E existe também o inbound, onde é divulgado conteúdo genuíno, personalizando mensagens com informações para tomadas de decisões do cliente, gerando tráfego e, como resultado, leads qualificados para então direcionar ao vendedor, chamado de closer. Nesse caso, é preciso um estudo do mercado para oferecer uma recompensa. No final das contas, tanto inbound quanto outbound, terminam no closer, o vendedor, para chegar naquela venda que desejamos.

Este é o momento de lançar mão destas ferramentas de marketing digital. Com a quarentena e pessoas passando mais tempo interagindo nas redes sociais, além de lojas físicas fechadas, e as compras online aumentando, é a oportunidade de sua marca se posicionar e fidelizar clientes, vendendo mais.